fbpx

3 atitudes que vão alavancar sua carreira de programador

3 atitudes que vão alavancar sua carreira de programador

40% das vagas do mercado de trabalho no setor de TI são para programadores, ou seja, a carreira de programador é promissora e sempre haverá demanda de profissionais.

Mesmo com toda essa demanda as empresas ainda enfrentam dificuldades para encontrar profissionais qualificados para suas vagas, e se algumas vezes elas colocam requisitos para uma vaga que nem mesmo Bruce Wayne ou Tony Stark seriam capazes de atender, como conseguir essas vagas?

Brincadeiras a parte, existe sim uma grande demanda e também uma grande dificuldade em encontrar profissionais com as devidas qualificações, assim como existe uma dificuldade das empresas em definir bem essas qualificações.

Em 15 anos trabalhando como programador, tendo passado por praticamente todos os estágios que o mercado define (júnior, pleno e sênior) já trabalhei como funcionário alocado e remoto em empresas de desenvolvimento de software e agências de publicidade, fui programador freelancer e de alguns anos para cá sou um programador empreendedor.

Ao longo desse tempo precisei me desenvolver constantemente para conquistar as oportunidades desejadas, e nesse artigo vou compartilhar com você 3 coisas que eu fiz ao longo da minha carreira – e ainda faço – que são verdadeiras alavancas para mim como profissional da área de tecnologia.

Tenha um blog

Escrever sobre tecnologia, programação e afins é a melhor coisa que um programador pode e deve fazer ao longo de sua carreira.

Comecei a escrever em 2007 para o portal Oficina da Net, e depois para o portal iMasters, e com isso fui sendo convidado a escrever para outros portais, até criar meu próprio blog e escrever para ele também.

Não importa se você está no início da carreira, ou se já está em um nível mais acima, escrever sobre o que você faz, seja para ajudar outros programadores ou para ajudar seu público e clientes faz com que você ganhe cada vez mais autoridade e se torne um profissional relevante ao longo do tempo, sem falar que fortalece seus conhecimentos e habilidades.

Eu já consegui vaga de emprego por conta de artigos e tutoriais que publiquei, sem falar na quantidade de clientes que já conquistei (principalmente no início da carreira, quando não tinha portfólio) por conta de conteúdos publicados em sites e blogs na internet.

Escrever sobre aquilo que você sabe e é útil para profissionais e para o mercado tem um grande poder de alavancar sua carreira de programador, não ignore isso.

Seja um especialista e não um generalista

Em um mercado onde constantemente surgem novas tecnologias, linguagens e recursos, é preciso se manter atualizado.

Mas atenção, se manter atualizado é diferente de saber um pouco de cada coisa e muito de nada.

O mercado quer profissionais que tenham múltiplos conhecimentos, mas que também sejam especialistas em alguma área ou linguagem específicas.

Eu por exemplo, decidi me especializar em desenvolvimento web e com isso mantive meu foco nas principais tecnologias para esse ambiente.

Selecionei linguagem, framework e CMS e foquei meus estudos para me tornar especialista, e assim poder realizar um trabalho de qualidade e conquistar vagas melhores.

Ser especialista em algo e ter conhecimento do que está associado a essa especialidade tem um potencial de alavancar sua carreira de programador muito mais do que ter um nível de conhecimento de médio a baixo em muita coisa e nenhuma especialidade.

Nunca deixe de desenvolver suas habilidades de lógica de programação

Seja você um estudante que pretende se tornar um programador ou um programador com longos anos de mercado e que ainda quer permanecer no mercado por muito tempo, vai sempre precisar da lógica de programação para produzir as soluções que lhe serão solicitadas.

Um programador que não domina lógica de programação tende a ter um nível de produtividade baixo.

Quanto maior for sua habilidade de raciocínio lógico, menor será a barreira para o desenvolvimento de soluções.

Você pode conhecer tudo sobre a linguagem de programação X ou Y, mas sem um bom raciocínio lógico, você não será capaz de desenvolver uma lógica de programação capaz de produzir uma solução performática e de qualidade.

Até hoje eu estudo raciocínio lógico e lógica de programação, e isso alavancou tanto a minha carreira de programador quanto outras áreas profissionais em que gosto de atuar, como por exemplo estratégia e planejamento de negócio e, principalmente, escrever.

Eu cheguei a desistir da carreira de programador, mas…

Pouquíssimas pessoas sabem, e agora todos poderão saber, mas eu cheguei a desistir da carreira de programador.

Chegou um momento na minha carreira em que eu joguei a toalha, desisti da programação e resolvi desbravar outros caminhos.

Passei 2 anos estudando sobre desenvolvimento humano. Nesse tempo fiz formações em coaching e me formei como analista comportamental.

Inclusive eu cheguei a atuar como coach, ajudei alguns profissionais (inclusive programadores) a alcançarem um nível superior em suas vidas e carreira até que uma coisa aconteceu.

Enquanto eu estudava sobre o desenvolvimento humano, eu naturalmente estava me desenvolvendo e me conhecendo melhor, e aí eu descobri o real motivo que me levou a desistir da carreira de programador: eu ignorei os meus próprios limites.

Ao ignorar meus próprios limites cheguei em um nível de estresse muito elevado, a qualidade do meu trabalho caiu, minha produtividade praticamente desapareceu e minha saúde estava indo embora.

Comecei então a cuidar de mim, e identificar e melhorar os pontos que eu estava percebendo que eram os mais deficientes.

Ao me conhecer melhor e refletir sobre minha jornada pessoal e profissional até aquele momento, vi que eu fui o responsável por tudo e que na verdade eu não queria desistir, eu simplesmente estava exausto profissionalmente e isso me impedia de ser o profissional que eu era até 2 anos antes.

Então eu decidi desistir de desistir e me preparei para retomar minha carreira de programador. Dessa vez como um profissional ainda melhor.

Com os conhecimentos adquiridos nos estudos sobre desenvolvimento humano eu reinventei minha forma de trabalhar, melhorei a qualidade dos meus serviços e relação com clientes e parceiros, e descobri que eu posso seguir minha carreira de programador e ajudar pessoas e profissionais ao mesmo tempo, principalmente outros programadores.

A mensagem final

O que quero deixar para você nesse artigo além das 3 atitudes para alavancar sua carreira é uma mensagem positiva.

Se em algum momento passar pela sua cabeça desistir por qualquer que seja o motivo, não desista.

Pare e dê um tempo a si mesmo para pensar sua jornada, não desista do que você construiu ao longo do tempo sem saber o real motivo dessa desistência.

O mercado sempre vai precisar de programadores, por mais que muitos dos nossos companheiros de trabalho sejam substituídos por robôs com inteligência artificial, quem irá programar suas rotinas para que possam ser de fato inteligentes?

E se você precisar de ajuda para alavancar sua carreira de programador, conte comigo, estou aqui para ajudar você.

Até o próximo artigo!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x