Como não ser afetado pelas quedas das redes sociais

COMPARTILHE

Como não ser afetado pelas quedas das redes sociais

Com o crescimento das redes sociais e o aumento no volume de acessos, são necessários cada vez mais recursos tecnológicos para que essas redes se mantenham disponíveis por 100% do tempo.

Dinheiro não falta para manter uma infraestrutura capaz de suportar o crescimento, mas tem horas que a tecnologia falha, isso é inevitável, independente do tamanho do negócio.

Por mais que interrupções no serviço sejam ruins para as empresas por trás das redes sociais, o impacto maior é para os usuários, que na maioria dos casos usam as redes sociais como ferramenta de marketing e trabalho.

Se as quedas das redes sociais impactam o seu negócio e bate aquela ponta de desespero por não saber quanto tempo vai durar a instabilidade ou a queda completa, sinto te dizer, mas você se tornou um refém das redes sociais.

E isso é péssimo para os negócios. 🙁

Como não ser afetado pelas quedas das redes sociais

Se você não quer ter o seu negócio afetado pelas quedas das redes sociais, a forma mais segura é tendo uma estrutura própria para entregar conteúdo e se comunicar com o público.

Você não precisa, e nem deve, criar sua própria rede social. O que você precisa mesmo é de um bom site para disponibilizar as informações sobre o seu negócio, produtos e serviços, e também um blog para compartilhar conteúdos com seu público.

Tendo um site/blog você tem controle sobre ele, tanto sobre o que publica quanto de seu funcionamento, além de ser um grande diferencial para o seu negócio.

No seu site/blog você é quem decide o que vai ou não publicar. Não tem limitação de caracteres e muito menos restrição de conteúdo, sem falar que não corre o risco de tomar um shadowban.

E o melhor de tudo, tendo um site/blog você poderá ser encontrado em pesquisas realizadas em sites como o Google, por exemplo.

Quanto mais conteúdo de valor você publicar no blog e mais atualizadas e completas forem as informações do site, mais chance de aparecer nas primeiras páginas você tem.

Além do site/blog para entregar conteúdo, você também precisa se comunicar com o público.

Nas redes sociais isso é feito via Direct, mas fora das redes sociais o melhor canal é o email, que assim como o site/blog não oferece as restrições que as redes sociais impõem.

Não seja um refém das redes sociais

As redes sociais estão ganhando cada vez mais força, tanto no quesito diversão quanto negócios.

O problema é que elas acabam transformando seus usuários em reféns, pra não dizer escravos, por dar a falsa sensação de que todos os recursos que oferecem são de graça, e também por serem muito atrativas.

Mas a verdade é que você paga para usar as redes sociais e nem percebe.

Além do seu tempo uma outra forma de pagamento são os anúncios que aparecem no meio dos posts.

Mesmo que você não clique nesses anúncios, o simples fato de ter uma conta na rede social e ela exibir o anúncio pra você já uma forma de você pagar pelo uso, já que o anunciante paga por esse espaço publicitário.

As quedas das redes sociais tem ocorrido com mais frequência ultimamente, e quando isso acontece vejo muita gente indo para outras redes perguntar o que ouve, demonstrando um certo desespero e até indignação.

Isso só mostra o quanto as pessoas, profissionais e marcas estão se tornando reféns das redes sociais.

Não caia junto com as redes sociais

Ter outras alternativas para manter seu negócio ativo é fundamental para você crescer. Colocar todos os ovos na mesma cesta pode ser um grande erro quando o assunto é negócios.

Mesmo com o crescimento das redes sociais, o Google ainda é o canal mais acessado quando as pessoas querem alguma informação, e infelizmente a maioria das redes sociais bloqueia os conteúdos a ponto do Google não ser capaz de exibi-los nos resultados das buscas.

Se você não quer cair junto com as redes sociais, tenha seu site/blog e compartilhe conteúdo por lá.

Além dele ser uma forma de aumentar o alcance do seu conteúdo, ele também pode ser uma ótima fonte para você otimizar o seu processo de criação de conteúdo.

Imagine você podendo dobrar o alcance do seu conteúdo, e mesmo com as quedas das redes sociais, ainda continuar sendo visto por seu público! Não seria ótimo?!

Seja cuidando do seu negócio ou do negócio dos seus clientes, não deixe que as quedas das redes sociais atrapalhem seus negócios.

Sobre o autor

Jonathan Lamim

Jonathan Lamim

Designer de Conteúdo especialista na criação de estratégias e conteúdos para canais digitais. Escritor profissional com 4 livros publicados e criador do ConteúdoCast, um podcast sobre conteúdo pra quem cria conteúdo.

VOCÊ PODE GOSTAR

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments